Os métodos adequados da solução de conflitos

mediação e conciliação

  • Vanessa Diniz Miranda Faculdade de Imperatriz-FACIMP
Palavras-chave: MASC, Mediação, Conciliação, Solução de Conflitos

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo central abordar e analisar os Métodos Adequados de Solução de Conflitos (MASC), especialmente a mediação e conciliação. Evidencia-se que por meio desses mecanismos as relações de cidadania são efetivamente alcançadas, pois deslocam para as partes a negociação dos seus próprios interesses, na medida em que buscam um entendimento, com autonomia e equilíbrio, não imposta por um terceiro e possibilitando que as soluções sejam construídas pelas partes em conflito. Sendo assim, o método aplicado na elaboração do presente estudo foi o da pesquisa bibliográfica, tendo em vista que se trata de trabalho elaborado tendo como base bibliografia, artigos científicos, e legislação nacional. Além disso, foi realizada pesquisa exploratória nos mais diversos documentos jurisprudenciais, livros, artigos dentre outros documentos bibliográficos. O trabalho está dividido em cinco partes: a primeira apresenta aspectos introdutórios, a segunda explana as concepções sobre conflito e formas de solução encontradas na doutrina, quais sejam: autotutela, autocomposição e heterocomposição. A terceira parte revela aspectos históricos e conceituais de mediação e conciliação, demonstrando as diferenças e similaridades existente entre esses mecanismos, além de indicar quando devem ser utilizados, bem como as vantagens na utilização desses métodos chamados de autocompositivos. A quarta parte explica de que forma a Política Judiciária Nacional de tratamento adequado dos conflitos, instituída pela Resolução nº 125 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) se revelou como um avanço na solução pacífica dos conflitos.

Biografia do Autor

Vanessa Diniz Miranda, Faculdade de Imperatriz-FACIMP

Curso de Direito.

Área: Processo civil; acesso a justiça; mediação e conciliação.

Referências

AMORIM, J. (2014, Fevereiro). Conciliação é a solução rápida e eficaz para o atendimento da população. Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Disponível em: . Acesso em 20 de setembro de 2016.

AUERBACH, Jerold S. Justice without Law, Nova Iorque: Oxford University Press, 1983.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Sobre a multiplicidade de perspectiva no estudo do processo.In:Revista de Processo, São Paulo, ano 13, n.49, p.13, jan-mar. 1988.

BRASIL. Conselho Nacional de Justiça 2015. Guia de Conciliação e Mediação Judicial:orientação para instalação de CEJUSC. (Brasília/DF: Conselho Nacional de Justiça). Disponível in: Acesso em 01 de outubro de 2016.

______. Constituição da República Federativa do Brasil, 1988. Disponível na internet:

______. Código de Processo Civil, 2015. Disponível na internet: .

______. Lei nº 13.140, de 26 de junho de 2015. Disponível em .

______. Resolução nº 125, de 29 de novembro de 2010. Conselho Nacional de Justiça. Disponível em: .

CACHAPUZ, Rozane. Mediação nos Conflitos & Direito de Família. Curitiba: Juruá, 2003. In: RODRIGUES JÚNIOR, Walsil Edson. A Prática da mediação e o acesso à justiça. Belo Horizonte: Del Rey, 2006.

CARNELUTTI, Francesco. Sistema de Derecho procesal civil, v. 1. Trad. Niceto Alcalá-Zamora y Castillo e Santiago Sentís Melendo. Buenos Aires: Uteha, 1944.

CINTRA, Antonio Carlos Araujo; GRINOVER. Ada Pellegrini; DINAMARCO, Cândido Rangel. Teoria geral do processo. 25 ed. São Paulo: Malheiros, 2010.

DELGADO, Mauricio Godinho. Arbitragem, mediação e comissão de conciliação prévia no direito do trabalho brasileiro.In:Revista LTr, v. 66, n. 6, jun. 2002, São Paulo, p. 663.

DIDIER JR., Fredie. Curso de Direito Processual Civil. 18 ed. Salvador: Ed. Jus Podivm, 2016.

DIDIER JR., Fredie. Curso de Direito Processual Civil I:Teoria Geral do Processo eProcesso de Conhecimento. v.1, 11 ed. Ed. Podivm.

GUANAES SILVA DE CARVALHO, Juliana. Disponível em: .

RHODE, Deborah L. In the interest of Justice:reforming the legal profession. Nova Iorque: Oxford University Press, 2000.

SANDER, Frank E.A. Varieties of dispute processing. In: The Pound Conference. 70 Federal Rules Decisions 111, 1976; e CAPPELLETTI, Mauro; GARTH, Bryant. Access to justice: the worldwide movement to make rights effective. A General Report. Milão: Dott A. Giuffre, 1978.

TARTUCE, Fernanda. Mediação nos Conflitos Civis. 3 ed. Rio de Janeiro: Ed. Método, 2016.
Publicado
2018-12-18
Como Citar
Miranda, V. (2018). Os métodos adequados da solução de conflitos. Revista Da Faculdade De Direito De São Bernardo Do Campo, 24(2), 20. Recuperado de https://revistas.direitosbc.br/index.php/fdsbc/article/view/941