CRÍTICA A APLICAÇÃO DA LEI 11.340 DE 2006: UM ESTUDO SOBRE A EFICÁCIA DA LEI MARIA DA PENHA SOBRE O PRISMA DA PESQUISA ELABORADA PELO INSTITUTO DE POLÍTICAS ECONÔMICAS APLICADAS

  • Barbara Cristina Govoni Gomes Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo
Palavras-chave: Lei, feminicídio, violência, mulher

Resumo

O Instituto de Políticas Econômicas Aplicadas (IPEA) publicou, este ano, um estudo, sobre a eficácia ou não da Lei Maria da Penha, através de estatísticas sobre os casos de femicídios (quando uma mulher é assassinada em decorrência da violência de gênero, ou seja, pelo simples fato de ser mulher) ocorridos no Brasil e, consequentemente em seus Estados-Membros, por meio se uma sequência temporal desde 2001 até 2011, antes e depois da promulgação da Lei n°11.304/2006 (Lei Maria da Penha). As estatísticas demonstraram que os casos de femicídio não diminuíram após a promulgação da Lei Maria da Penha, portanto, lhe falta efetivação plena. Conclui-se que a falha está na falta de prevenção da violência de gênero, prevenção esta que deveria ocorrer por medias publicas socioeducativas, com o fim de modificar a acultura patriarcal. Tais medidas têm sua diretriz estabelecida no artigo 8°, incisos V, VIII e IX da Lei n°11.340/2006, mas não foram instituídas nas escolas, conforme pesquisado. Ressalta-se que não é interesse deste artigo esgotar o assunto, bem como adentrar-se no aspecto histórico da violência de gênero.

Referências

BARSTED, LAL. Uma vida sem violência é um direito nosso. Brasília: Nações Unidas/Ministério da Justiça/Secretaria Nacional dos Direitos Humanos. Jul. 1998.

Brasil, Legislação. Convenção interamericana para prevenir, punir e erradicar a violência contra a mulher. Convenção de Belém do Pará (1994).Disponível em http://www.pge.sp.gov.br/centrodeestudos/bibliotecavirtual/instrumentos/belem.htm. Acesso em 12.10.2013.

Brasil, Legislação. Convenção sobre a eliminação de todas as formas de discriminação contra as mulheres.Disponível em http://www.gddc.pt/direitos-humanos/textos-internacionais-dh/tidhuniversais/dm-conv-edcmulheres.html. Acesso em 10/10/2013.

GARCIA, Leila Posenato; FREITAS, Lúcia Rolim Santana de; SILVA, Gabriela Drummond Marques da; et al, Violência contra a mulher: feminicídios no Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada –Ipea. Disponível em http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/130925_sum_estudo_feminicidio_leilagarcia.pdf. Acessado em 26/09/2013.

LIMA, Luíza Rosa Barbosa de; FREITAS, Mayara Tavares de Freitas. Lei Maria da Penha: efetivação e suas implicações sociais. Disponível em: http://revista.uepb.edu.br/index.php/datavenia/article/viewFile/508/29.Acesso em 08/10/2013.

OBSERVE –Observatório Lei Maria da Penha. Lei Maria da Penha. Disponível em http://www.observe.ufba.br/lei_mariadapenha.Acesso em 28/09/2013.

Organização das Nações Unidas. Atores e atletas participam de campanha do Banco Mundial contra a violência doméstica. Disponível em http://www.onu.org.br/atores-e-atletas-participam-de-campanha-do-banco-mundial-contra-a-violencia-domestica.Acesso em 12.10.2013.

PIRES, Amom Albernaz. A opção legislativa pela política criminal extrapenal e a natureza jurídica das medidas protetivas da Lei Maria da Penha. Disponível em http://jus.com.br/artigos/23868/a-opcao-legislativa-pela-politica-criminal-extrapenal-e-a-natureza-juridica-das-medidas-protetivas-da-lei-maria-da-penha#ixzz2h9sXHprc. Acesso em 03/10/13.

SANTINON, Evelyn Priscila; SILVA, Lucia Cristina Florentino Pereira da; MELO, Celia Regina Maganha e; et al. Direitos humanos: classificação dos tipos de violência contra a mulher e diplomas legais de amparo e prevenção. Disponível em: http://www.ambito-juridico.com.br/site/?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=12273.Acesso em 03/10/13.

SCOTT, Joan W. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. In: Educação e Realidade, vol. 16, n.2, Porto Alegre, jul./dez. 1990.

Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres. Política Nacional de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres. Disponível em http://www.campanhapontofinal.com.br/download/informativo_03.pdf. Acesso em 28/09/2013.

SILVA, Dayane de Oliveira Ramos. Aplicabilidade da Lei Maria da Penha: Um olhar na vertente do gênero feminino. Disponível em www.ambito-juridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=8892.Acesso em 02.10.2012.

SOUZA, Paulo Rogerio Areias de. A Lei Maria da Penha e sua contribuição na luta pela erradicação da discriminação de gênero dentro da sociedade brasileira. Disponível em: http://www.ambitojuridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=5886.Acesso em 03/10/13
Publicado
2017-08-19
Como Citar
Govoni Gomes, B. (2017). CRÍTICA A APLICAÇÃO DA LEI 11.340 DE 2006: UM ESTUDO SOBRE A EFICÁCIA DA LEI MARIA DA PENHA SOBRE O PRISMA DA PESQUISA ELABORADA PELO INSTITUTO DE POLÍTICAS ECONÔMICAS APLICADAS. Revista Da Faculdade De Direito De São Bernardo Do Campo, 21(2). Recuperado de https://revistas.direitosbc.br/index.php/fdsbc/article/view/828
Seção
Artigos